top of page
Kenia Libanio 1x1.png

KÊNIA LIBANIO

  • Facebook
  • Instagram

Direção Geral

Kênia Libanio é graduada em piano, gestora, educadora musical e produtora cultural. Fundou e dirige a Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco desde 2001. Reconhecida pelo incansável trabalho à frente da Casa de Música.
Implantou os projetos: Dando Cordas e sopros, Jovem Orquestra de Ouro Branco, Festival de Violoncelos, Semana da Música, Série de Concertos, Inclusão através da música, Escola vai ao concerto.

MATIAS DE OLIVEIRA PINTO

  • Facebook
  • Instagram

Direção Artística e Violoncelo

Matias é natural de São Paulo onde iniciou seus estudos musicais. Em 1980, mudou-se para Berlim como bolsista da Fundação Herbert von Karajan. Na Europa estudou na Escola Superior de Música de Berlim (HdK) e na Academia Franz Liszt de Budapeste.

Pedagogo muito solicitado, Matias é professor de violoncelo na Universidade das Artes de Berlim, na Faculdade de Música de Münster e frequentemente ministra masterclasses em diversos países. O músico realiza extensas turnês pelos EUA, vários países da América do Sul, toda a Europa, Ásia, Nova Zelândia e Austrália, apresentando-se também em importantes festivais.

Diretor Artístico do Festival Celloherbst, na Alemanha, tem se apresentado também como regente em vários países europeus. Em Berlim se apresenta nas salas de concertos mais importantes da cidade como, por exemplo, Philharmonie, Konzerthaus, Appollo-Saal Der Staatsoper, entre outras. Gravou Cd’s pelos selos europeus Academy, Kreuzberg Records, Bella Musica, Hungaroton Classics e Cello Colors.

Marcio Carneiro 1x1.png

MÁrcio Carneiro

Violoncelo

Márcio Carneiro nascido no Rio de Janeiro, iniciou seus estudos musicais com a idade de seis anos. Depois de um primeiro prêmio que lhe foi atribuido pela Associação das Escolas de Música do Brasil, Márcio Carneiro veio para a Europa prosseguir estudos de aperfeiçoamento com André Navarra.

Em 1977 obteve, com a mais alta distinção o diploma de solista da Nordwestdeutsche Musikakademie (Musikhochschule Detmold) onde dois anos mais tarde foi nomeado por concurso professor catedrático. Atualmente concentra sua atividade pedagógica no  conservatório superior de Lausanne-Sion na Suíca.

Como solista, Márcio Carneiro apresenta-se com numerosas orquestras e em recitais por toda a Europa, Japão, Coréia e nas Américas. A crítica refere-se com particular relêvo à „beleza da sonoridade, perfeição técnica e à autenticidade do seu estilo".

Recebeu o ,Diploma de Honra' da Academia Chiggiana de Siena, e foi premiado no Concurso Tschaikowsky de Moscou.

Márcio Carneiro é artista participante em Festivais como Florença, Arezzo, Sion, Flaine, Óbidos, Estoril e Bariloche além de "Master Classes" em Santiago (Chile), Austin (Texas) , Seoul (Coréia), Dublin (Irlanda), Courchevel (França), e San Francisco (Califórnia). Em Portugal é convidado pela "Metropolitana" e pelo conservatorio de Carnide (Lisboa), como também em Aveiro, Porto, Óbidos e Sines.

Kayami Satomi 1x1.png

Kayami satomi

  • Facebook
  • Instagram

Violoncelo

Nascido em uma família de músicos, Kayami iniciou seus estudos musicais aos quatro anos de idade com a sua mãe, Alice Lumi Satomi. Aos sete ingressou como aluno de extensão na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Cursou Bacharelado em música na mesma instituição, e fez mestrado na Escola Superior de Musica de Munster, na Alemanha, onde se formou com nota máxima. No período de estudos na Alemanha foi bolsista da Fundação Yehudi Menuhin. Teve como professores regulares de violoncelo Nelson Campos, Felipe Aquino e Matias de Oliveira Pinto, e em festivais e master classes com Antonio Meneses, Zygmunt Kubala, Alceu Reis, Colin Carr e Matt Haimovitz. Foi membro fundador do Grupo Quarta Dimensão, um trabalho de pesquisa sonora com forte inclinação para musica brasileira, que registrou sua composição “Baião Mimoso” e sete arranjos seus no CD “Músicos e Poetas”. Tocou no "International Festival of the Young Musicians - Prishtina/Kosova", em Kosovo e em Breslau (Wrocław), Polônia. Participou do Ensemble Horsinn em Munster, grupo de musica contemporânea.

Kayami já se apresentou em salas da America Latina, Europa e Estados Unidos, e já atuou sob a batuta de maestros como Roberto Minczuk, Kurt Masur e Cristoph Eschenbach.

Atualmente e professor efetivo da Universidade Federal de Uberlandia, onde ensina violoncelo e musica de câmera, e é diretor artístico do UDI Cello Ensemble.

Eduardo Swerts 4.png

Eduardo Swerts

  • Facebook
  • Instagram

Violoncelo

Natural de Belo Horizonte, Eduardo graduou-se pela UEMG e concluiu o Mestrado, o Artist Diploma e o curso de Música de Câmara na Musikhochschule Münster e na Robert Schumman-Hochschule Düsseldorf, ambas na Alemanha. Atualmente músico da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e professor de violoncelo da UEMG.

Fábio Presgrave.jpg

fábio presgrave

Violoncelo

O violoncelista carioca Fabio Presgrave recebeu seus títulos de Bacharel e Mestre em Performance pela renomada Juilliard School of Music em Nova Iorque, onde estudou com Harvey Shapiro e Joel Krosnick.

Foi coordenador geral da GLOMUS UFRN, encontro que trouxe mais de trinta nacionalidades a Natal, alcançando um público superior a 10.000 pessoas. É Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o cargo de Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRN e Professor Colaborador do PPGMUS da USP. Fabio Presgrave é doutor pela UNICAMP e recentemente, com bolsa da CAPES, realizou em colaboração com o Prof. Matias de Oliveira Pinto sua pesquisa Pós-Doutoral na Westfaelisch Wilhems-Univesitaet, onde atuou como professor convidado em 2018.

Victoria Saldarini 1x1.png

victoria saldarini

Violoncelo

Victoria Saldarini nasceu na cidade de Como em uma família belga. Ela conheceu o violoncelo aos onze anos quando ela começou estudando com U. Pedraglio e G. Boselli no Conservatório “G. Verdi” em Como. Prosseguiu os seus estudos em Torino no “G. Verdi” Conservatório Estadual de Música, e formou-se em Milão no Conservatório “G. Verdi” sob orientação da Prof. Marianna Sinagra, obtendo seu bacharelado em música graduação com notas altas. Ela cursa seu segundo ano de mestrado em Musik und Kreativität na Musikhochschule Münster na classe do Prof. Matias de Oliveira Pinto.

Frequentou cursos de especialização com Enrico Bronzi e Damiano Scarpa na Fondazione “S. Cecília” em Portogruaro. Participou também de masterclasses na Itália, Suíça, França e Alemanha com U. Pedraglio, D. Scarpa, E. Bronzi, Giovanni Gnocchi, Stefano Cerrato, Bruno Giuranna, Matias de Oliveira Pinto e Giovanni Sollima.

Integrante da Orquestra Juvenil Italiana desde 2019 na Scuola di Musica di Fiesole, ela teve a oportunidade de trabalhar com músicos mundialmente conhecidos como Kolja Blacher, Simone Bernardini, Daniele Rustioni e Zubin Mehta. Colabora regularmente com a Orquestra Antonio Vivaldi em Sondrio/Morbegno, sob a batuta apaixonada de Lorenzo Passerini.

Elizaberh Furniss 1x1.png

Elisabeth fürniss

Violoncelo

A violoncelista Elisabeth Fürniss, nasceu em Düsseldorf em 1966 e cresceu em uma família musical onde teve suas primeiras influências da arte. Elisabeth mudou-se para Los Angeles aos 17 anos, graduando-se em 1987 com um “summa cum laude” sob a tutela do húngaro Gabor Rejto, aluno de Casals, na University of Southern California.

Em 1987 mudou-se para Londres para ingressar na classe de William Pleeth, OBE, onde logo se tornou membro do Piano Trio Kolisher com quem deu concertos na Grã-Bretanha e na Europa. Ela também começou a trabalhar como instrumentista de orquestra como substituta da Royal Philharmonic Orchestra. Em 1990 se apresentou no Wigmore Hall de Londres com o pianista Phillip Moll. Também em 1990 regressou à Alemanha, onde assumiu o cargo de violoncelista “Vorspieler” na Orquestra Sinfónica da Cidade de Münster, cargo que ocupou até 2014.

Em 1993 marcou o início do seu ensino universitário com o cargo de Lehrbeauftragte para violoncelo na Musikhochschule Münster, hoje parte da Universidade Münster, onde forma profissionais iniciantes.

Nuria Rosa Muntañola 1x1.png

nuria rosa muntañola

Violoncelo

Núria Rosa Muntañola nasceu em Madri, onde estudou com Maria de Macedo e obteve o Título Superior de Violoncelo e Música de Câmara. Recebeu uma bolsa de estudos da Jovem Orquestra Nacional da Espanha para estudar em Londres com Charles Tunell (1º Cellista English Chamber Orchestra) e depois estudou na Alemanha no Conservatório Superior de Detmold, com a professora Irene Gúdel.

Foi membro da Orquestra Forest Philarmonic de Londres, Lambeth Orchestra de Londres, Orquestra de Câmara Prometheus de Essen (Alemanha), Orquestra de Câmara Baden-Württemberg, com a qual realizou uma turnê pela América do Sul como 1º Cello, organizada pela embaixada alemã, e a Orquestra de Câmara Andrés Segovia, Camerata del Prado em Madri, entre outras. Colabora assiduamente com a Orquestra da Comunidade de Madri e Sinfônica de Madri.

É Professora Titular de violoncelo e Música de Câmara do Conservatório Profissional de Música “Victoria de los Ángeles” de Madri, forma parte do Trio Hermeneia desde 2004 e do Duode violoncelos Hispano-brasileiro Dolceduo desde 2007 com a  rofessora Milene Aliverti.

Risa Adachi 1x1.png

risa adachi

Piano

Risa Adachi  nasceu em Hyogo, Japão, onde em 2005 tirou o seu diploma de Bacharelado em Musica. Desde novembro 2012 é professora contratada na disciplina de acompanhamento de piano na Robert-Schumann Hochschule de Düsseldorf. Alem disso foi convidada para atuar como pianista correpetidora em Master Classes com musicos como Prof. Matias de Oliveira Pinto, Prof. Helge Slaatto e Prof. Martin Löhr.

bottom of page