Orquestra de Câmara de Ouro Branco 1.jpg

Orquestra de Câmara de Ouro Branco

Orquestra de Câmara de Ouro Branco difunde a música erudita em Minas Gerais

e promove a formação de jovens instrumentistas

Criada em 2001, a Orquestra de Câmara de Ouro Branco é formada por cerca de 20 alunos das oficinas de instrumentos da Casa de Música de Ouro Branco. A Orquestra tem regência do maestro Marcos Silva-Santos.

 

Desde sua fundação, o grupo realiza diversos concertos em Ouro Branco e nas cidades da Estrada Real, além de se apresentar diversas vezes em Belo Horizonte. Destacam-se projetos como o Gastrofônica, que use música e gastronomia e foi sucesso de público e crítica, o espetáculo cênico-musical Sítio do Picapau Amarelo, a apresentação em projetos sociais como na APAC de Santa Luzia,  os concertos na Semana da Música e no Festival de Violoncelo de Ouro Branco, além de obras como “A Paixão Segundo São João”, de J.S. Bach,; “A Missa em Sol de Schubert”, com o Coral do Sesiminas, em Mariana e Ouro Branco; “Magnificat”, de C. Ph. Emanuel Bach e “Come, Ye Sons of Arts, away”, de Henry Purcell e “Requiem”, de W.A Mozart, com o Coro da UFMG.

 

Um dos objetivos da Orquestra jovem é incentivar a composição contemporânea de música erudita. A Orquestra estreou as primeiras obras comissionadas, escritas pelos compositores Calimério Soares, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ernani Aguiar, Ronaldo Cadeu, Oiliam Lanna, Rufo Herrera, Avelar Jr. e Nelson Salomé.

 

A Orquestra de Câmara de Ouro Branco também já se apresentou com importantes solistas, como Alexandre Martins de Barros, Ariana Pedrosa, Elisa Freixo, Lílian Assumpção, Luciana Monteiro, Lúcia Alves Melo, entre outros, além de grupos populares como o Trio Amaranto.

 

A Orquestra de Câmara de Ouro Branco segue sua trajetória de valorizar e formar jovens músicos na região dos Inconfidentes. Com a construção da nova sede da Casa de Música – com inauguração 2022 – a ideia é que os projetos de ensino sejam ampliados, permitindo que mais crianças e adolescentes possam participar da experiência desse trabalho em grupo.

 

Muitos dos músicos que já fizeram parte da Orquestra de Câmara de Ouro Branco hoje participam de grandes orquestras nacionais e internacionais e seguem uma carreira brilhante. Assim, a Casa de Música segue seu objetivo de levar a música para todos os lugares com a formação não só de instrumentistas, mas também de público.