17005_EP_10(ImagemExternaNoturna)R01logo.jpg

Associação Cultural
Casa de Música de Ouro Branco

20 ANOS DE CULTURA E ENSINO EM MINAS GERAIS

 

Há exatos 20 anos surgia entre as montanhas de Ouro Branco um lugar especial, que iria mudar a realidade daquela região: a Casa de Música, uma entidade cultural sem fins lucrativos que hoje é uma das maiores referências em Minas Gerais de ensino e difusão da música erudita.

 

O trabalho da Casa de Música se destaca pela formação de crianças e adolescentes e por todas as iniciativas que realiza em prol da comunidade. Atualmente são 180 alunos do núcleo Pioneiros e 70 alunos do núcleo Luzia Augusta (Ponto de Cultura e Aliança pela vida) que integram os projetos de formação e profissionalização. São oferecidos os cursos de musicalização, flauta- doce, percepção musical, prática de orquestra, flauta- transversal, clarineta, oboé, piano, violão, violino, viola, violoncelo e contrabaixo para alunos e alunas de 7 a 17 anos.

 

Além disso, a Casa de Música promove a Semana da Música (que completa 15 edições este ano e traz para a cidade nomes de destaque do cenário erudito), o Festival de Violoncelos, a série Concertos para Ouro Branco e mantém a Orquestra de Câmara de Ouro Branco e o Grupo de Violões. Este ano, a entidade inovou suas ações com a Gastrofônica – evento que une música e gastronomia – e o projeto Descobrindo Sabores, de educação alimentar para crianças e suas famílias.

 

Pode-se dizer que o trabalho da Casa de Música é semelhante a ações desenvolvidas em grandes núcleos urbanos, como Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. Jovens e crianças do interior de Minas têm a chance de estudar com profissionais renomados, algo raro em cidades pequenas. Além disso, o público local tem acesso a concertos e repertórios de altíssimo nível. Vale ressaltar que os alunos não pagam para estudar e as apresentações são todas gratuitas.

 

 

Em breve, a Casa de Música de Ouro Branco realizará mais um sonho: a construção de uma nova sede. O espaço de quase 3.000 m2 leva a assinatura de um dos principais arquitetos do Brasil, Gustavo Penna. O prédio contará com salas de aulas, biblioteca, espaço multiuso, auditório com 250 lugares; espaço para ensaios e concertos, e, principalmente, para o ensino. A primeira etapa da obra já foi concluída.

 

Tudo isso – atividades e sede – só foi possível graças ao apoio da Gerdau, parceira da Casa de Música desde os primeiros passos. O apoio da empresa é essencial para que todos esses projetos sigam transformando vidas e traçando a história da cultura em Minas Gerais.