Inscrições 2014

Publicado
22 de Jan
2014

Casa de Música de Ouro Branco abre vagas para novos alunos

Jovens interessados com idade entre 7 e 18 anos em aprender podem se inscrever gratuitamente de 20 a 30 de janeiro

A Casa de Música de Ouro Branco já prepara o calendário de atividades e eventos de 2014. Como parte da programação anual, acaba de abrir inscrições para alunos novatos.

De 20 a 30 de janeiro, jovens com idade entre 7 e 18 anos interessados em participar do projeto podem se inscrever pelo email casademusicaob@gmail.com, nas sedes da instituição (bairros Pioneiros e Luzia Augusta) ou ainda pelo telefone (31) 3742-3553.

Os inscritos vão participar de um processo seletivo entre os dias 03 e 05 de fevereiro e a renovação de matrícula dos alunos da Casa de Música poderá ser feita a partir do dia 20 de janeiro.

Há vagas para os cursos de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, violão, clarineta, flauta transversal e musicalização infantil.

A Casa de Música fica aberta das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira. As inscrições feitas por email devem conter os seguintes dados: nome completo, idade, turno na escola, telefone, nome do responsável e instrumento escolhido.

Endereços da Casa de Música de Ouro Branco:
1) Av. Augusto Barbosa da Silva, 313, bairro Pioneiros
2) Rua Bahia, 514 – Bairro Luzia Augusta
Mais informações no site www.casademusica.org



Resultado Final do Semestre

Publicado
12 de Dez
2013

 Caro aluno,

  CLIQUE AQUI e confira o seu resultado final do semestre.


Obs: Alunos que estão sem nota em percepção é porque não fizeram a prova.

Alunos que obtiveram nota abaixo de 60 pontos estão reprovados e perdem a bolsa.

Qualquer dúvida entrar em contato com a Casa de Música.


Atenciosamente,

Secretaria da Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco

(31) 3742-3553


Casa de Música de Ouro Branco realiza Concerto de Natal

Publicado
09 de Dez
2013

Orquestra de Câmara e Coral Infantil se apresentam dia 15 de dezembro, na Matriz de Santo Antônio. No repertório, obras de Mozart e Bach.

A música erudita tem tudo a ver com o clima natalino que se aproxima. Por isso, todos os anos a Casa de Música de Ouro Branco faz questão de comemorar o final do ano com um concerto especial.  Um presente para alunos, professores e para a comunidade.

Este ano, a apresentação reúne, 15 de dezembro, às 20:30h, a Orquestra de Câmara de Ouro Branco e o Coral Infantil da Casa de Música, com participação da soprano Conceição Honorato e do barítono Thiago Roussin. A regência é de Charles Roussin.

O programa tem início com a Sonata nº 9 K244, de Wolfgan Amadeus Mozart. Em seguida, é a vez da Cantata BWV 212 “Mer hahn em neue Oberkeet”, de Johann Sebastian Bach. Além disso, em seguida, o público poderá acompanhar diversas canções de Natal.

O  concerto será ainda uma oportunidade para os convidados apreciarem a Matriz de Santo Antônio reaberta recentemente depois de passar por uma grande restauração. O monumento é um exemplar arquitetônico e religioso do século XVIII, 
construído entre 1724 e 1779. Mais de 90% dos elementos artísticos foram recuperados, inclusive a pintura do forro, atribuída ao mestre Manoel da Costa Ataíde.

A Casa de Música tem patrocínio da Gerdau (Lei Estadual de Incentivo à Cultura), Milplan, Elba e Sodexo (Lei Rouanet). A entrada para o concerto é gratuita. 

SERVIÇO

Concerto de Natal da Casa de Música de Ouro Branco

Orquestra de Câmara de Ouro Branco

Coral Infantil da Casa de Música

Charles Roussin – Regência

Conceição Honorato – Soprano

Thiago Roussin – Barítono

Quando: 15 de dezembro, às 20h30

Onde: Matriz de Santo Antônio de Ouro Branco

(Praça Santa Cruz, s/n, Centro)

Entrada gratuita

PROGRAMA

Mozart, Wolfgang Amadeus    Sonatanº9 K244

    Allegro

Bach, Johann Sebastian  Cantata BWV 212

“Mer hahn em neue Oberkeet”

  Conceição Honorato – Soprano

  Thiago Roussin – Barítono

Canções de Natal

Orquestra de Câmara de Ouro Branco

Criada em 2001, a Orquestra de Câmara de Ouro Branco é formada por cerca de 20 alunos das oficinas de instrumentos da Casa de Música de Ouro Branco. Desde então, vem realizando diversos concertos em Ouro Branco e nas cidades da Estrada Real, dentro do Projeto Circuito Cultural, com o patrocínio da Gerdau, por meio das Leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura.

Um dos objetivos da Orquestra jovem é valorizar e incentivar a composição contemporânea de música erudita. Em 2005, a Orquestra estreou as primeiras obras comissionadas, escritas pelos compositores Calimério Soares, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ernani Aguiar, Ronaldo Cadeu e Oiliam Lanna. Em 2007, outras três obras foram estreadas. As obras foram compostas por Rufo Herrera, Avelar Jr. e Nelson Salomé. A Orquestra de Câmara de Ouro Branco tem como regente titular o Maestro Charles Roussin.

Série de Concertos para Ouro Branco

A série Concertos para Ouro Branco foi criada em 2004 e tem como principais finalidades a formação de público e a consolidação de um calendário cultural para a cidade de Ouro Branco.

As apresentações são realizadas por músicos e grupos de câmaras reconhecidos no cenário nacional e internacional da música erudita. A intenção é que a série atinja cada vez uma nova parcela da população da cidade, aumentando, assim, a ampliação do acesso à cultura. Por meio dos concertos, o público tem a oportunidade de conhecer as várias possibilidades de formação de grupos de câmara e repertórios da música erudita. Todos os concertos têm entrada gratuita.

Casa de Música de Ouro Branco

A Casa de Música é uma entidade sem fins lucrativos que desenvolve ações na área de ensino e divulgação da música erudita. Criada em 2001 por um grupo de professores e pais de alunos, a entidade tem como principais objetivos promover a difusão e a divulgação do acesso à música, criar alternativas de inserção e incentivar o intercâmbio cultural e a carreira de jovens músicos.

Mais informações: www.casademusica.org

Sua contribuição pode ajudar a transformar vidas...

Publicado
09 de Dez
2013

Caros amigos,

Você sabia que é possível determinar onde parte dos impostos que você paga serão investidos? Isso mesmo! Você pode agir com responsabilidade social e apoiar os projetos da Casa de Música de Ouro Branco.

Pouca  gente tem conhecimento que tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem realizar uma doação e deduzir esse valor de seu Imposto de Renda, ajudando assim a educação de crianças e adolescentes por meio do Fundo para a Infância e Adolescência (FIA).

É muito fácil fazer parte dessa ação. Em poucos passos você pode se tornar nosso parceiro. Veja como no projeto anexo. Você vai ver que vale à pena!

Saiba mais: Sua contribuição pode ajudar a transformar vidas... Clique aqui! 

Qualquer dúvida entre em contato conosco.

Grande abraço,

Kênia Libanio

Presidente da ACCMOB
31-3742-3553

CANCELADO - Concerto do dia 21/11

Publicado
21 de Nov
2013

Caros amigos,

Em virtude de problemas de saúde de um dos músicos do quinteto, o concerto de hoje será cancelado e uma nova data será divulgada posteriormente.
Agradecemos a compreensão e esperamos vocês nos nossos próximos eventos.

Casa de Música

Dois quintetos compõem a programação de concertos em Ouro Branco

Publicado
11 de Nov
2013

 

Dois quintetos compõem a programação de concertos em Ouro Branco


Gustavo Farias, Alphonsos Silveira, Márcio
Martins, Simone Martins, Hassuero Coutinho e João Candido se apresentam dia 21
de novembro (quinta-feira), às 20h.A entrada é gratuita

A série Concertos para Ouro Branco, uma realização da
Casa de Música, reúne na programação de novembro instrumentistas jovens, porém
com relevante experiência e uma atuação de destaque, principalmente no cenário
erudito de Minas Gerais. Gustavo Farias (violão) e Alphonsos Silveira
(clarineta) acompanhados pelo
quarteto de cordas formado por Márcio Martins (violino), Simone Martins
(violino), Hassuero Coutinho (viola) e João Candido (violoncelo) se apresentam
dia 21 (quinta-feira), às 20h, no auditório do Hotel Verdes Mares.

No repertório, peças de compositores de períodos distintos.
A primeira parte do concerto Gustavo Farias e o Quarteto de Cordas apresentam o
Guitar Quinteto op. 143, do italiano
Mario Castelnuovo-Tedesco. Nascido em Florença em 1895, desde muito jovem
chamou a atenção de Alfredo Casella e Giacomo Puccini e, já no início de sua carreira profissional, Arturo Toscanini, Walter Gieseking e Jascha Heifetz
foram intérpretes das suas obras. Passou a escrever para o guitarrista espanhol
Andrés Segovia.
Em 1939, por causa da 2ª Grande Guerra, Castelnuovo-Tedesco mudou-se para os
Estados Unidos, onde ensinou no Conservatório de Los Angeles e trabalhou na
indústria cinematográfica. Teve entre os seus discípulos Henri Mancini e Andre
Previn.

Na segunda parte, Alphonsos Silveira e o Quarteto de Cordas
tocam Quintet for ClarinetandString K 581,
de Wolfgan Amadeus Mozart. A composição foi feita à pedido de Anton Stadler, o
melhor clarinetista de Viena no fim do século 18. Além do quinteto, vale
ressaltar que Mozart também deu lugar de destaque à clarineta em obras primas
como Cosìfantutte, AFlauta Mágica e no Réquiem.

A Casa de Música tem patrocínio da Gerdau (Lei
Estadual de Incentivo à Cultura), Milplan, Elba e Sodexo (Lei Rouanet).

A entrada do concerto é gratuita. 

SERVIÇO

Série de Concertos para Ouro Branco


Gustavo Farias (violão), Alphonsos Silveira (clarineta), Márcio Martins (violino), Simone Martins (violino), Hassuero Coutinho (viola) e João Candido (violoncelo)

Quando: 21 de novembro, quinta-feira, às 20h

Onde:Hotel Verdes Mares (r. Santo Antônio, 115 – Ouro Branco)

Entrada gratuita


Programa

Castelnuovo-Tedesco, Mario   

                                                                   Guitar Quinteto op. 143

                                                                   I – Allegro vivo e schiette

                                                                   II – Andante mesto

                                                                   III – Allegro com spiritoalla Marcia

                                                                   IV – Allegro com fuoco

Mozart, Wolfgang Amadeus     

                                                         Quintet for ClarinetandString K 581

                                                                    I – Allegro

                                                                    II – Larghetto

                                                                    III – Menuetto – Trio I – Trio II

                                                                    IV – AllegrettoconVariazioni

 


Os músicos


Gustavo Farias

Iniciou seus estudos de violão em 2001 com o Maestro Charles Roussin.
Participou de festivais e master classes com renomados violonistas da
atualidade como Eduardo Issac (Argentina), Mario Ulloa (Costa Rica/BRA), Paul
Galbraith (Escócia/BRA), José Antonio Escobar (Chile) e Fábio Zanon. Em 2009
conquistou o terceiro lugar no “III Concurso de Violão Eustáquio Grilo” em
Brasília, mesmo ano que se tornou bacharel em violão pela UEMG na classe do
prof. Celso Faria. Atualmente é mestrando em análise musical pela UFMG, professor
de violão e coordenador cultural da Casa de Música de Ouro Branco.


Alphonsos Silveira

Iniciou seus estudos na Soc. Mus. São Sebastião/Sabará, Pós-Graduando pela UEMG, Bacharel em Clarineta pela ESMU/UEMG na turma do professor Daniel Campos.
Participou da 1a Semana Internacional de Clarineta de Barra Mansa/RJ, ministrado pelos professores Luis Rossi (Chile), Amália Del Giudice (Argentina), Fernando Silveira (Brasil), José Batista Jr. (Brasil), Gilson Tomé (Brasil) e Vantoil de Souza (Brasil) e muitos outros. Vencedor do IX Jovem Músico BDMG, 2008. Ministrou cursos de clarineta em diversos festivais.  Se apresentou com as Orquestra Sinfônicas de Minas Gerais, Nova Lima e Sabará, Orquestra de Câmara OPUS e outras. Atualmente é professor de clarineta da Escola Municipal de Musica de Nova Lima, maestro das Soc. Mus. E Cult. Santa Lucia/Sabará  e Corporação Musical Retreta Lyra de Santo Antonio/ Conceição do Mato Dentro, coordenador e clarinetista do Instituto Orquestra Sabará.


Márcio Martins

Natural da cidade de Itaúna (MG), Márcio Martins começou a estudar violino aos 13 anos.
Foi aluno dos professores Eliseu Barros e Elias Barros. Concluiu o curso de bacharelado em Violino na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), na
classe da professora Dr. Gláucia Borges. Participou de vários festivais e
máster classes em Juiz de Fora, Belo Horizonte, Poços de Caldas e Ouro Branco,
tendo aulas com os professores Paulo Bosísio, Alejandro Drago (Argentina),
Elisa Fukuda, Edson Queiros, Noé Inui (Bélgica) e SergejKravtchenko (Rússia).
Atualmente, é professor de violino da Casa de Música de Ouro Branco e
violinista da Orquestra Ouro Preto.



Simone Martins

Natural de Itaúna-MG iniciou seus estudos com o professor Elias Barros. É bacharel em violino pela UEMG, na classe da professora Gláucia Borges.
Participou de cursos e master classes com os violinistas Paulo Bosísio, Elisa
Fukuda, Alejandro Drago e Sergei Kravschenko. Atuou em diversas orquestras
entre elas a Orquestra de Câmara de Ouro Branco, Orquestra de Câmara de Itaúna,
Orquestra Ouro Preto e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, tendo já visitado
diversos estados brasileiros. Como solista apresentou-se com a Orquestra de
Câmara Sesiminas, Orquestra de Câmara de Ouro Branco e Orquestra de Câmara de Itaúna.
Exerce atividade como docente, lecionando violino nas escolas de Itaúna e Ouro
Branco e contando em seus alunos premiação em concurso de expressão nacional.


Hassuero Coutinho

Natural de Recife-PE, graduou-se em Viola pela UFMG na classe do Prof. Dr. Carlos Aleixo. Participou da gravação de um CD com músicas de compositores brasileiros feita na Universidade de Karlsruhe na Alemanha. Em 2009 ganhou o Jovem Músico BDMG juntamente com o Quarteto Assai, além de ser premiado junto com o pianista Gustavo do Carmo no concurso Jovem Talento da Casa de Música de Ouro Branco. Atualmente ministra aulas de viola e violino na Orquestra Jovem de Itapecerica, na Escola Livre de Música de Itabira e na Casa de Música de Ouro Branco.


João Cândido

Bacharel em Violoncelo pela Universidade Federal de Minas Gerais onde se formou na classe do professor Cláudio Urgel. Já participou de cursos e master classes com os professores Márcio Carneiro e Alceu de Almeida Reis. Já atuou como músico
convidado da Semana da Música de Ouro Branco, do Festival Nacional de Música de Divinópolis e da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Atualmente é membro da Orquestra de Câmara do Sesiminas e do Quarteto Cellos de Minas além de atuar como professor de violoncelo do CEFAR (Centro de Formação Artística do Palácio das Artes).


Série de
Concertos para Ouro Branco

A série Concertos para Ouro Branco foi criada em 2004 e tem
como principais finalidades a formação de público e a consolidação de um
calendário cultural para a cidade de Ouro Branco.

As apresentações são realizadas por músicos e grupos de
câmaras reconhecidos no cenário nacional e internacional da música erudita. A
intenção é que a série atinja cada vez uma nova parcela da população da cidade,
aumentando, assim, a ampliação do acesso à cultura. Por meio dos concertos, o
público tem a oportunidade de conhecer as várias possibilidades de formação de
grupos de câmara e repertórios da música erudita. Todos os concertos têm
entrada gratuita.


Casa de Música de Ouro Branco

A Casa de Música é uma entidade sem fins lucrativos que desenvolve ações na área
de ensino e divulgação da música erudita. Criada em 2001 por um grupo de
professores e pais de alunos, a entidade tem como principais objetivos promover
a difusão e a divulgação do acesso à música, criar alternativas de inserção e
incentivar o intercâmbio cultural e a carreira de jovens músicos.

Mais informações: www.casademusica.org









Fundo Pro- Infância

Publicado
30 de Out
2013

Transforme seu imposto em Música

Instituição: Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco

Número de beneficiados: 200 crianças e adolescentes com idade entre 7 e 18 anos. Crianças e adolescentes que vivem em situação de risco conquistam com a música uma nova oportunidade de viver um futuro digno e próspero.

Objetivos:

·  ampliar e democratizar o acesso à vida cultural e artística através da música, bem como ampliar ações de democratização cultural para todo o Estado de Minas Gerais.

·  promover e incentivar o intercâmbio sóciocultural, estimular a socialização de crianças e adolescentes, contribuir para a valorização do talento e da criatividade e estimular a capacitação de educadores  através de alianças estratégicas.

Resumo do Projeto: A Casa de Música oferece oficinas de instrumentos e prática de orquestra através dos projetos Dando Cordas e Sopros em suas duas unidades: bairro Luzia Augusta e Pioneiros. A música clássica deixa de ser uma incógnita e passa a fazer parte da vida de pessoas comuns. 

Além de projetos de formação musical a Casa de Música se preocupa com a formação de público através da série de concertos com músicos convidados e do circuito cultural realizado pela Orquestra de Câmara de Ouro Branco.

Toda a magia da música de transformar realidades culmina em um festival internacional que acontece em outubro: Semana da Música de Ouro Branco

Há nove edições o festival insere na realidade local a possibilidade de aprender e conviver com músicos de renome nacional e internacional. Para crianças e adolescentes que participam do evento é a oportunidade certa para aperfeiçoar técnica e teoria. Para a comunidade, é a chance de apreciar concertos que elevam a sensibilidade e mostram uma realidade nova.

Projeto FIA – Casa de Música

Nome do Projeto: Casa de Música: Inclusão através da música.

Objetivos: Oferecer oficinas de instrumentos, musicalização infantil e prática de orquestra para crianças e adolescentes, moradores do bairro Luzia Augusta e entorno região com alto índice de violência, tráfico e consumo de drogas.

Público atendido: 70 crianças e adolescentes nas oficinas e além do público indireto que frequenta as apresentações, concertos e palestras.

Porque devo investir nos projetos da Casa de Música?

Casa de Música busca através de seus projetos, contribuir para a formação de crianças e adolescentes,  bem como para o desenvolvimento, intelectual, emocional e humano. São crianças e adolescentes que trocam as ruas para descobrir o prazer de aprender, não só o aprender mùsica, mas aprender a conviver, a compartilhar, a respeitar, a integrar-se, a raciocinar criticamente, a avaliar e prioritariamente a sonhar e lutar por um amanhã mais suave e feliz.

Sonhamos e lutamos por uma cidade que seja rota de artistas e programas culturais, uma cidade que se destaque em Minas Gerais e no Brasil pela sua produção na área musical. Sonhamos e lutamos por uma cidade que tenha crianças e adolescentes vivendo em comunidade, vivenciando práticas de socialização e do exercício da cidadania, que respeitem as condições e os saberes de cada um, motivados pela criatividade e práticas pedagógicas lúdicas, pela aprendizagem com alegria e emoção, proporcionadas pela magia e sensibilidade da música – todos sintonizados em objetivos comuns: transformar para melhor a vida de cada um daqueles que cruzam os nossos caminhos.

Para que esse projeto tenha uma ação contínuada é necessário o apoio e o investimento de toda a sociedade, principalmente moradores, empresas e poder público local.Construir um sociedade sustentável passa pelo envolvimento e compromisso de todos.

COMO FAZER SUA DOAÇÃO PARA O FIA – FUNDO PARA A INFANCIA E ADOLESCÊNCIA.

O FIA – Fundo para a Infância e Adolescência – utiliza os recursos para  programas em prol de crianças e adolescentes em situação social de risco de nossa comunidade, através do CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Baseia-se na destinação de parte do imposto de renda das pessoas físicas ou jurídicas a entidades cadastradas, dedicadas ao amparo desse segmento menos favorecido da população jovem.

De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente até 6% (para pessoa física) ou 1% (para pessoa Jurídica), do Imposto de Renda devido, pode ser doado e deduzido de sua declaração de ajuste anual, sem qualquer ônus.

A dedução do FIA no Imposto de Renda não prejudica outras deduções as quais você possa ter direito, tais como despesas médicas, educação, dependentes e etc..

COMO CALCULAR O VALOR QUE VOCÊ PODE DEDUZIR NO IMPOSTO DE RENDA:

Acesse a pagina “Resumo” no arquivo da sua última Declaração de Ajuste do Imposto de Renda.

Verifique qual é o valor do Imposto de Renda Devido (atenção não é “imposto a pagar”)

Calcule o valor equivalente a 6% do seu Imposto de Renda devido, independente de ter restituição (saldo a receber) ou imposto a pagar.

Esse valor é o máximo que a Receita Federal reembolsará a sua contribuição com o FIA. O reembolso deste valor será de 100%.

COMO DEPOSITAR PARA O PROJETO “CASA DE MÚSICA- Inclusão através da música”

Faça o depósito na conta corrente do Banco do Brasil.

Fundo da Infância e Adolescência de Ouro Branco

Banco Do Brasil – 001

Agencia- 2372-8

Conta Corrente –  82280-9

Projeto número 027” ACCMOB

 Se o depósito não for identificado favor colocar seu nome e CPF.

Não se esqueça de enviar uma cópia do depósito para a Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco.

Email: casademusicaob@gmail.com;

Av. Augusto Barbosa da Silva, 313, Bairro Pioneiros- Ouro Branco

CEP: 36420-000

No campo doação do seu Imposto de Renda declare o valor que você doou para o FIA, ele será reembolsado em 100%.

Concertos para Ouro Branco apresenta Duos "CarmoPassos" e "AlvesFarias"

Publicado
21 de Out
2013

Concertos em Ouro Branco percorrem a história da música

Dia 24 de outubro, grupos apresentam composições de períodos e estilos diversos. Nos programas, obras de Piazzolla, Villani-Côrtes e  Johannes Brahms

Dois duos e um repertório que percorre parte da história da música pelo mundo, em diferentes épocas, estilos e nacionalidades. Assim a série Concertos para Ouro Branco, iniciativa da Casa de Música, tem continuidade no mês de outubro. No dia 24, às 20h, no auditório do Hotel Verdes Mares, o público da cidade do interior mineiro tem a chance de apreciar os duos Carmo Passos (formado pelo clarinetista Márcio André Castro Carmo e pelo pianista Rafael Passos) e AlvesFarias (Sandra Alves, flautista, e Gustavo Farias, violonista).

Os programas escolhidos trazem obras de períodos diversos da música. O duo Carmo Passos abre o concerto com a Sonata n°2, em Mi Bemol Maior, Op. 120, do compositoralemãoJohannes Brahms, uma das mais importantes figuras do romantismo musical europeu do século XIX. Em seguida, tocam Canzonetta, do compositor, organista e regente francêsGabriel Pierné; Luz, do mineiro Edmundo Villani-Côrtes e Fantasiestücke, Op. 43, do dinamarquês Niels Wilhelm Gade, contemporâneo de Robert Schumann e representante das escolas nacionais nórdicas. Já o duoAlvesFarias inicia a apresentação com Sonatina op.205, do italiano Mario Castelnuovo-Tedesco. Na sequência, outra peça de Villani-Côrtes: Cinco Miniaturas Brasileiras. Os dois duos incluíram no repertório obras daquele que transformou a linguagem do tango: o bandoneonista e compositor argentino Astor Piazzolla.

A Casa de Música tem patrocínio da Gerdau (Lei Estadual de Incentivo à Cultura), Milplan, Elba e Sodexo (Lei Rouanet). A entrada é gratuita. 

SERVIÇO

Série Concertos para Ouro Branco

Duo Carmo Passos e Duo AlvesFarias

Márcio André do Carmo e Rafael Passos

Sandra Alves e Gustavo Farias

Quando: 24 de outubro, às 20h

Onde: Auditório do Hotel Verdes Mares (r. Santo Antônio, 115 – Ouro Branco)

Entrada gratuita

PROGRAMA

CLARINETA E PIANO

Brahms, Johannes  Sonata n°2, em Mi Bemol Maior, Op. 120

I - Allegro Amabile

Pierné, Gabriel  Canzonetta

Piazzolla, Astor  Oblivion

Villani Cortes, Edmundo  Luz

Gade, Niels W.  Fantasiestücke, Op. 43

I - Andantino con moto

II - Allegro vivace

III - Ballade – Moderato

IV - Allegro molto vivace

FLAUTA TRANSVERSA E VIOLÃO

Castelnuovo-Tedesco, Mario  Sonatina op.205

  I – Allegretto grazioso

  II – Tempo di Siciliana

  III – Scherzo – Rondo

Villani Cortes, Edmundo  Cinco Miniaturas Brasileiras

  I – Prelúdio

  II – Toada

  III – Choro

  IV – Canção de Ninar

  V – Baião

Piazzolla, Astor  Histoire Du Tango

  I – Bordel 1900

  II – Café 1930

  III – Night-club 1960

  IV – Concert d’aujourd’hu

Duo Carmo Passos

O duo de clarineta e piano é composto por Márcio André Castro Carmo, clarineta, e Rafael Passos Silva, piano. O duo foi formado no ano de 2012 com o intuito de explorar as especificidades dessa formação e desenvolver o vasto repertório de música de câmara para esses instrumentos, incluindo o repertório erudito brasileiro. Nesse mesmo ano foi um dos vencedores do concurso da Série de Concertos “Sexta Musical”, promovido pela Sociedade de Concertos Sinfônicos de São João del-Rei, e da “Terça no Solar”, pelo Concurso Música XXI. Recentemente foi um dos vencedores do ConcursoSegunda Musical 2013, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Duo AlvesFarias

Sandra Alves iniciou seus estudos musicais aos 9 anos de idade. É mestre em Música, especialista em Educação Musical e graduada em Flauta transversal pela UFMG. Ocupa a vaga de 1ª flauta da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, atua como professora de flauta transversal em Ouro Branco e Belo Horizonte e desenvolve intensa atividade camerística em diversas formações.

Gustavo Farias iniciou seus estudos de violão em 2001 com o Maestro Charles Roussin. Participou de festivais e master classes com renomados violonistas da atualidade como Eduardo Issac (Argentina), Mario Ulloa (Costa Rica/BRA), Paul Galbraith (Escócia/BRA), José Antonio Escobar (Chile) e Fábio Zanon. Em 2009 conquistou o terceiro lugar no “III Concurso de Violão Eustáquio Grilo” em Brasília, mesmo ano que se tornou bacharel em violão pela UEMG na classe do prof. Celso Faria. Atualmente cursa o mestrado em música pela UFMG, é professor de violão e coordenador cultural e pedagógico da Casa de Música de Ouro Branco.

Série de Concertos para Ouro Branco

A série Concertos para Ouro Branco foi criada em 2004 e tem como principais finalidades a formação de público e a consolidação de um calendário cultural para a cidade de Ouro Branco.

As apresentações são realizadas por músicos e grupos de câmaras reconhecidos no cenário nacional e internacional da música erudita. A intenção é que a série atinja cada vez uma nova parcela da população da cidade, aumentando, assim, a ampliação do acesso à cultura. Por meio dos concertos, o público tem a oportunidade de conhecer as várias possibilidades de formação de grupos de câmara e repertórios da música erudita. Todos os concertos têm entrada gratuita.

Casa de Música de Ouro Branco

A Casa de Música é uma entidade sem fins lucrativos que desenvolve ações na área de ensino e divulgação da música erudita. Criada em 2001 por um grupo de professores e pais de alunos, a entidade tem como principais objetivos promover a difusão e a divulgação do acesso à música, criar alternativas de inserção e incentivar o intercâmbio cultural e a carreira de jovens músicos.

Mais informações: www.casademusica.org

Página 14 de 17