Ganhador do concurso Jovem Solista

Publicado
10 de Jul
2018

                  

Aluno da Casa de Música vence concurso da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

Giovanni Martins, 18 anos, conquistou  pela segunda vez o concurso Jovem Solista. Como prêmio, ele se apresenta nesta quarta, 11 de julho, no Palácio das Artes

O oboísta o Giovanni Martins, de 18 anos, aluno da Casa de Música de Ouro Branco conquistou o segundo lugar da edição 2018 do Prêmio Jovem Solista da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG). Como prêmio, ele irá se apresentar nesta quarta-feira, 11 de julho, , às 20h30, no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, acompanhado pela orquestra e pelo Coral Lírico de Minas Gerais, sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá.

“É a segunda vez que venço esse prêmio. Na primeira eu era mais jovem e ganhei como revelação. Hoje tenho mais consciência da importância desse reconhecimento. Vencer um concurso é sempre um ponto a mais no currículo”, diz Giovanni.

O júri foi composto pelo maestro Tibiriçá, além do spalla e dos chefes de naipe da OSMG. O oboísta escolheu um concerto de A. Pasculli sobre temas da ópera La Favorita de Donizetti. “É uma das minhas peças favoritas. Me identifico muito com ela por ser animada. Música tem que alegrar, levar felicidade!”, afirma. O oboísta apresentará a mesma peça na apresentação desta quarta-feira.

A história de Giovanni com o oboé começou quando ele, ainda criança, iniciou os estudos na Casa de Música de Ouro Branco.  “A escola é minha casa. Não sei como agradecer, pois hoje não consigo imaginar minha vida sem a música. Espero um dia poder retribuir”, diz.

Aos 18 anos, Giovanni pretende agora dar sequência à carreira de oboísta em uma universidade. “Ainda não sei para onde vou, só sei que não quero parar”, afirma.