Dois quintetos compõem a programação de concertos em Ouro Branco

Publicado
11 de Nov
2013

 

Dois quintetos compõem a programação de concertos em Ouro Branco


Gustavo Farias, Alphonsos Silveira, Márcio
Martins, Simone Martins, Hassuero Coutinho e João Candido se apresentam dia 21
de novembro (quinta-feira), às 20h.A entrada é gratuita

A série Concertos para Ouro Branco, uma realização da
Casa de Música, reúne na programação de novembro instrumentistas jovens, porém
com relevante experiência e uma atuação de destaque, principalmente no cenário
erudito de Minas Gerais. Gustavo Farias (violão) e Alphonsos Silveira
(clarineta) acompanhados pelo
quarteto de cordas formado por Márcio Martins (violino), Simone Martins
(violino), Hassuero Coutinho (viola) e João Candido (violoncelo) se apresentam
dia 21 (quinta-feira), às 20h, no auditório do Hotel Verdes Mares.

No repertório, peças de compositores de períodos distintos.
A primeira parte do concerto Gustavo Farias e o Quarteto de Cordas apresentam o
Guitar Quinteto op. 143, do italiano
Mario Castelnuovo-Tedesco. Nascido em Florença em 1895, desde muito jovem
chamou a atenção de Alfredo Casella e Giacomo Puccini e, já no início de sua carreira profissional, Arturo Toscanini, Walter Gieseking e Jascha Heifetz
foram intérpretes das suas obras. Passou a escrever para o guitarrista espanhol
Andrés Segovia.
Em 1939, por causa da 2ª Grande Guerra, Castelnuovo-Tedesco mudou-se para os
Estados Unidos, onde ensinou no Conservatório de Los Angeles e trabalhou na
indústria cinematográfica. Teve entre os seus discípulos Henri Mancini e Andre
Previn.

Na segunda parte, Alphonsos Silveira e o Quarteto de Cordas
tocam Quintet for ClarinetandString K 581,
de Wolfgan Amadeus Mozart. A composição foi feita à pedido de Anton Stadler, o
melhor clarinetista de Viena no fim do século 18. Além do quinteto, vale
ressaltar que Mozart também deu lugar de destaque à clarineta em obras primas
como Cosìfantutte, AFlauta Mágica e no Réquiem.

A Casa de Música tem patrocínio da Gerdau (Lei
Estadual de Incentivo à Cultura), Milplan, Elba e Sodexo (Lei Rouanet).

A entrada do concerto é gratuita. 

SERVIÇO

Série de Concertos para Ouro Branco


Gustavo Farias (violão), Alphonsos Silveira (clarineta), Márcio Martins (violino), Simone Martins (violino), Hassuero Coutinho (viola) e João Candido (violoncelo)

Quando: 21 de novembro, quinta-feira, às 20h

Onde:Hotel Verdes Mares (r. Santo Antônio, 115 – Ouro Branco)

Entrada gratuita


Programa

Castelnuovo-Tedesco, Mario   

                                                                   Guitar Quinteto op. 143

                                                                   I – Allegro vivo e schiette

                                                                   II – Andante mesto

                                                                   III – Allegro com spiritoalla Marcia

                                                                   IV – Allegro com fuoco

Mozart, Wolfgang Amadeus     

                                                         Quintet for ClarinetandString K 581

                                                                    I – Allegro

                                                                    II – Larghetto

                                                                    III – Menuetto – Trio I – Trio II

                                                                    IV – AllegrettoconVariazioni

 


Os músicos


Gustavo Farias

Iniciou seus estudos de violão em 2001 com o Maestro Charles Roussin.
Participou de festivais e master classes com renomados violonistas da
atualidade como Eduardo Issac (Argentina), Mario Ulloa (Costa Rica/BRA), Paul
Galbraith (Escócia/BRA), José Antonio Escobar (Chile) e Fábio Zanon. Em 2009
conquistou o terceiro lugar no “III Concurso de Violão Eustáquio Grilo” em
Brasília, mesmo ano que se tornou bacharel em violão pela UEMG na classe do
prof. Celso Faria. Atualmente é mestrando em análise musical pela UFMG, professor
de violão e coordenador cultural da Casa de Música de Ouro Branco.


Alphonsos Silveira

Iniciou seus estudos na Soc. Mus. São Sebastião/Sabará, Pós-Graduando pela UEMG, Bacharel em Clarineta pela ESMU/UEMG na turma do professor Daniel Campos.
Participou da 1a Semana Internacional de Clarineta de Barra Mansa/RJ, ministrado pelos professores Luis Rossi (Chile), Amália Del Giudice (Argentina), Fernando Silveira (Brasil), José Batista Jr. (Brasil), Gilson Tomé (Brasil) e Vantoil de Souza (Brasil) e muitos outros. Vencedor do IX Jovem Músico BDMG, 2008. Ministrou cursos de clarineta em diversos festivais.  Se apresentou com as Orquestra Sinfônicas de Minas Gerais, Nova Lima e Sabará, Orquestra de Câmara OPUS e outras. Atualmente é professor de clarineta da Escola Municipal de Musica de Nova Lima, maestro das Soc. Mus. E Cult. Santa Lucia/Sabará  e Corporação Musical Retreta Lyra de Santo Antonio/ Conceição do Mato Dentro, coordenador e clarinetista do Instituto Orquestra Sabará.


Márcio Martins

Natural da cidade de Itaúna (MG), Márcio Martins começou a estudar violino aos 13 anos.
Foi aluno dos professores Eliseu Barros e Elias Barros. Concluiu o curso de bacharelado em Violino na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), na
classe da professora Dr. Gláucia Borges. Participou de vários festivais e
máster classes em Juiz de Fora, Belo Horizonte, Poços de Caldas e Ouro Branco,
tendo aulas com os professores Paulo Bosísio, Alejandro Drago (Argentina),
Elisa Fukuda, Edson Queiros, Noé Inui (Bélgica) e SergejKravtchenko (Rússia).
Atualmente, é professor de violino da Casa de Música de Ouro Branco e
violinista da Orquestra Ouro Preto.



Simone Martins

Natural de Itaúna-MG iniciou seus estudos com o professor Elias Barros. É bacharel em violino pela UEMG, na classe da professora Gláucia Borges.
Participou de cursos e master classes com os violinistas Paulo Bosísio, Elisa
Fukuda, Alejandro Drago e Sergei Kravschenko. Atuou em diversas orquestras
entre elas a Orquestra de Câmara de Ouro Branco, Orquestra de Câmara de Itaúna,
Orquestra Ouro Preto e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, tendo já visitado
diversos estados brasileiros. Como solista apresentou-se com a Orquestra de
Câmara Sesiminas, Orquestra de Câmara de Ouro Branco e Orquestra de Câmara de Itaúna.
Exerce atividade como docente, lecionando violino nas escolas de Itaúna e Ouro
Branco e contando em seus alunos premiação em concurso de expressão nacional.


Hassuero Coutinho

Natural de Recife-PE, graduou-se em Viola pela UFMG na classe do Prof. Dr. Carlos Aleixo. Participou da gravação de um CD com músicas de compositores brasileiros feita na Universidade de Karlsruhe na Alemanha. Em 2009 ganhou o Jovem Músico BDMG juntamente com o Quarteto Assai, além de ser premiado junto com o pianista Gustavo do Carmo no concurso Jovem Talento da Casa de Música de Ouro Branco. Atualmente ministra aulas de viola e violino na Orquestra Jovem de Itapecerica, na Escola Livre de Música de Itabira e na Casa de Música de Ouro Branco.


João Cândido

Bacharel em Violoncelo pela Universidade Federal de Minas Gerais onde se formou na classe do professor Cláudio Urgel. Já participou de cursos e master classes com os professores Márcio Carneiro e Alceu de Almeida Reis. Já atuou como músico
convidado da Semana da Música de Ouro Branco, do Festival Nacional de Música de Divinópolis e da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Atualmente é membro da Orquestra de Câmara do Sesiminas e do Quarteto Cellos de Minas além de atuar como professor de violoncelo do CEFAR (Centro de Formação Artística do Palácio das Artes).


Série de
Concertos para Ouro Branco

A série Concertos para Ouro Branco foi criada em 2004 e tem
como principais finalidades a formação de público e a consolidação de um
calendário cultural para a cidade de Ouro Branco.

As apresentações são realizadas por músicos e grupos de
câmaras reconhecidos no cenário nacional e internacional da música erudita. A
intenção é que a série atinja cada vez uma nova parcela da população da cidade,
aumentando, assim, a ampliação do acesso à cultura. Por meio dos concertos, o
público tem a oportunidade de conhecer as várias possibilidades de formação de
grupos de câmara e repertórios da música erudita. Todos os concertos têm
entrada gratuita.


Casa de Música de Ouro Branco

A Casa de Música é uma entidade sem fins lucrativos que desenvolve ações na área
de ensino e divulgação da música erudita. Criada em 2001 por um grupo de
professores e pais de alunos, a entidade tem como principais objetivos promover
a difusão e a divulgação do acesso à música, criar alternativas de inserção e
incentivar o intercâmbio cultural e a carreira de jovens músicos.

Mais informações: www.casademusica.org