Concerto Danças do Mundo

Publicado
11 de Jul
2018


              

Orquestra de Formação da Casa de Música de Ouro Branco apresenta concerto inspirado pela diversidade da Copa do Mundo

Repertório Danças do Mundo, traz, na sexta-feira, 13 de julho, música de onze países e projeções de imagens dos lugares de origem.

A Orquestra de Formação da Casa de Música de Ouro Branco convida seu público a embarcar em uma viagem planetária através da música. O grupo se apresenta sexta-feira, 13 de julho, às 20h, no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos de Ouro Branco. 

“Aproveitando o ensejo da Copa do Mundo, encaramos a difícil tarefa de reunir em um mesmo concerto música de 11 países. Esse repertório é desafiador para a orquestra à medida que explora aspectos estruturantes musicais, como escalas, modos e formas musicais incomuns em nossa prática musical cotidiana”, explica o maestro Marcos Silva Santos.

Durante o concerto, o público poderá notar como cada composição reúne elementos distintos entre si, representando traços característicos dos povos e culturas das nações em questão. O repertório traz uma variedade grande de gêneros musicais, entre movimentos de sinfonia, trechos de óperas, canções populares, serenatas e muitas danças. Além disso, haverá projeção de imagens dos respectivos países.

O concerto traz ainda outra peculiaridade em seu formato visando uma maior interação com o público: o ordenamento das peças executadas não será informado de antemão. Será entregue ao público uma cédula para que cada um possa, através da sonoridade peculiar das músicas apresentadas, aliada às imagens originais de sua terra de origem, adivinhar a nacionalidade de cada composição.  “Não se preocupe, o programa está recheado de clássicos que ajudarão a decifrar esse enigma! “, avisa o regente.

A Casa de Música conta com patrocínio da Gerdau, Milplan pela lei Federal de Incentivo à Cultura- LEI ROUANET e apoio do Fundo da Infância e Adolescência, Hotel Verdes Mares .

SERVIÇO

Concerto Danças do Mundo

Orquestra de Formação da Casa de Música de Ouro Branco

Regência: Marcos Silva Santos

Data: 13/07 – sexta-feira

Local: Sindicato dos Metalúrgicos de Ouro Branco (av. Patriótica, 1080 Siderurgia)

Horário: 20h



Ganhador do concurso Jovem Solista

Publicado
10 de Jul
2018

                  

Aluno da Casa de Música vence concurso da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

Giovanni Martins, 18 anos, conquistou  pela segunda vez o concurso Jovem Solista. Como prêmio, ele se apresenta nesta quarta, 11 de julho, no Palácio das Artes

O oboísta o Giovanni Martins, de 18 anos, aluno da Casa de Música de Ouro Branco conquistou o segundo lugar da edição 2018 do Prêmio Jovem Solista da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG). Como prêmio, ele irá se apresentar nesta quarta-feira, 11 de julho, , às 20h30, no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, acompanhado pela orquestra e pelo Coral Lírico de Minas Gerais, sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá.

“É a segunda vez que venço esse prêmio. Na primeira eu era mais jovem e ganhei como revelação. Hoje tenho mais consciência da importância desse reconhecimento. Vencer um concurso é sempre um ponto a mais no currículo”, diz Giovanni.

O júri foi composto pelo maestro Tibiriçá, além do spalla e dos chefes de naipe da OSMG. O oboísta escolheu um concerto de A. Pasculli sobre temas da ópera La Favorita de Donizetti. “É uma das minhas peças favoritas. Me identifico muito com ela por ser animada. Música tem que alegrar, levar felicidade!”, afirma. O oboísta apresentará a mesma peça na apresentação desta quarta-feira.

A história de Giovanni com o oboé começou quando ele, ainda criança, iniciou os estudos na Casa de Música de Ouro Branco.  “A escola é minha casa. Não sei como agradecer, pois hoje não consigo imaginar minha vida sem a música. Espero um dia poder retribuir”, diz.

Aos 18 anos, Giovanni pretende agora dar sequência à carreira de oboísta em uma universidade. “Ainda não sei para onde vou, só sei que não quero parar”, afirma. 


Resultado das avaliações 1º semestre 2018

Publicado
06 de Jul
2018

 Avaliações do primeiro semestre 2018

 clique aqui => Notas.pdf 

Circuito Cultural 2018

Publicado
14 de Mai
2018

Orquestra de Câmara de Ouro Branco se apresenta em sua cidade e em Ouro Preto

Grupo formado por jovens músicos realiza concerto nos dias 20 e 21 de maio, respectivamente na igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (Ouro Preto) e na Matriz de Santo Antônio (Ouro Branco)

Orquestra de Câmara de Ouro Branco, grupo pertencente à Casa de Música de Ouro Brancodá continuidade à série de concertos que realiza por Minas Gerais no Circuito Cultural 2018. O grupo se apresenta no dia 20 de maio (domingo), na igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em Ouro Preto, às 17h, e no dia 21 de maio (segunda-feira), na Matriz de Santo Antônio de Ouro Branco, às 20h. A entrada para os dois concertos é gratuita.

Criada em 2001, a Orquestra de Câmara de Ouro Branco é formada por cerca de 20 alunos das oficinas de instrumentos da Casa de Música de Ouro Branco. Um dos objetivos do jovem grupo jovem é valorizar e incentivar a composição contemporânea de música erudita, além de apresentar também um repertório de abrange compositores dos mais diversos períodos.

Com regência de Marcos Silva Santos, a Orquestra de Câmara de Ouro Branco escolheu um repertório bem diversificado para estes concertos.

O programa tem início com os três movimentos da Sinfonia - Opus 3 nº1- em Ré maior, de Johann Christian Bach. “Talvez por ter sido o filho mais novo de Johann Sebastian Bach, Johann Christian tenha se distanciado mais estilisticamente do pai do que seu irmão, Carl Philipp Emanuel”, explica o regente. Johann Christian escreveu sinfonias ao longo de toda sua vida e foi um dos compositores que mais contribuiu para que este gênero, antes muito identificado à função abrir óperas e cantatas, se desenvolvesse como peça de concerto independente.

A peça seguinte é   Prelúdio e Fuga nº2 em Sib maior (1819-1896), de Clara Schumann. Logo em seguida, o grupo apresenta  Serenade nach schwedischen Melodien (1838- 1920), de Max Bruch. As circunstâncias envolvidas na composição dessa obra de Bruch ainda hoje são muito incertas, como explica Marcos. “Essa composição é claramente uma adaptação para cordas de uma Suíte para grande orquestra que foi estreada em 1906. No entanto os manuscritos de ambas as obras foram perdidos. O fato é que uma cópia da Serenata foi encontrada incompleta no gabinete de Bruch na Berlin Hochschule für Musik logo após sua morte e curiosamente somente ganhou sua primeira publicação em 1997”, relata.

Se a Serenata de Bruch quase não chegou até nós pela perda de seu manuscrito, também a música de Clara Schumann correu riscos de não se efetivar. “Embora Clara Wieck tenha realizado seu primeiro concerto como pianista aos cinco anos e composto sua primeira peça aos 11, sua atividade como compositora diminuiu consideravelmente após seu casamento com Robert Schumann, com quem teve oito filhos e de quem incorporou o sobrenome”, afirma Marcos. O dilema que viveu Clara Schumann foi assim resumido por ela mesma: “Eu pensei um dia ter talento criativo, mas desisti, uma mulher não deve pretender ser compositora...”.  

A Orquestra encerra o concerto com Bachianas Brasileiras No 4 - Prelúdio, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959). “Um traço muito característico desse prelúdio, que talvez contribua para seu potencial afetivo-comunicativo, está no diálogo melódico entre a linearidade aguda e os contracantos graves, remetendo ao procedimento do chorinho tão tipicamente brasileiro”, conclui o regente.

A Casa de Música conta com patrocínio da Gerdau, Milplan pela lei Federal de Incentivo à Cultura- LEI ROUANET, CODEMGE e Governo de Minas Gerais e apoio do Fundo da Infância e Adolescência, Hotel Verdes Mares, Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de Ouro Preto, Paróquia de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto e Igreja Matriz de Santo Antônio.

Serviço

Concertos Orquestra de Câmara de Ouro Branco

Circuito Cultural 2018

Regência: Marcos Silva Santos

20 de maio - Domingo

17h – Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de Ouro Preto

(Largo do Rosário, s/n, Ouro Preto)

Entrada gratuita

21 de maio – Segunda-feira

20h – Matriz de Santo Antônio – Ouro Branco

 (R. Santo Antônio, s/n, Ouro Branco)

Entrada gratuita

Programa

J.C. BACH  Sinfonia - Opus 3 nº1- em Ré maior (1735- 1782)

  * Allegro com Spirito

  * Andante

  * Presto

 CLARA SCHUMANN  Prelúdio e Fuga nº2 em Sib maior (1819-1896)

MAX BRUCH  Serenade nach schwedischen Melodien (1838- 1920)

  * Marsch

  * Andante

  * Allegro

  * Andante Sostenuto

  * Marsch

LINA PIRES DE CAMPOS  Ponteio para cordas (homenagem a Camargo  Guarnieri) (1918-2003)

VILLA LOBOS  Bachianas Brasileiras No 4 (1887-1959)

  *Preludio

Casa de Música de Ouro Branco

A Casa de Música é uma entidade sem fins lucrativos que desenvolve ações na área de ensino e divulgação da música erudita. Criada em 2001 por um grupo de professores e pais de alunos, a entidade tem como principais objetivos promover a difusão e a divulgação do acesso à música, criar alternativas de inserção e incentivar o intercâmbio cultural e a carreira de jovens músicos.

Mais informações: www.casademusica.org

Agradecimento

Publicado
10 de Mai
2018

Campanha “Transforme seu Imposto em Música”

Caros amigos,

O seu apoio e generosidade será essencial para continuarmos nossa caminhada com o pé direito. Na estrada em que seguimos muitas vezes nos vemos diante de encruzilhadas que nos colocam à prova. Desistimos ou persistimos? A nossa vontade de ir em frente, de transformar Ouro Branco, nos faz olhar para as dificuldades de forma diferente: problemas se transformam em desafios e nos sentimos na obrigação de desvendá-los. Não são poucos os momentos difíceis. Mas na Casa de Música, desânimo vira incentivo, que se converte em ideia, que reúne esforços, que libera toda a criatividade, que vira uma solução!

Mas isso só é possível porque acreditamos que, nessa trajetória, não estamos sozinhos. Temos, ao nosso lado, a sua companhia, o que nos faz perceber que a cada passo que damos construímos novas possibilidades. 

                       

Por isso queremos te agradecer. Obrigada por seguir conosco, por acreditar em nosso projeto e por colaborar!

 -Adair Genaro Ribas

-Alexandre Marmelo dos Passos

-André Luiz de Souza Mendes

-Bruno Gomes de Castilho

-Celi Antunes de Mello Campos

-Clélia Simone Chioquetti Libanio

-Daniela Moreira Franco

-Dany Eustáquio da Silva Alves

-Felipe Leal Carvalho

-Fernando Pereira do Nascimento

-Hernani Tasca Crestoni Carvalho

-José Barcelos Guimarães

-Luciana Cabral Danese

-Luiz Ricardo dos Santos

-Maria Aparecida Soares Melo Imbelloni

-Maria Servula Mansur Muzzi

-Mary Lourdes Pinto de Oliveira

-Mauro Domingues Trindade

-Neio Lúcio Sá

- Paulo Henrique Barreto Guimarães

-Paulo da Piedade Patrocínio

-Paulo Zacarias Cordeiro dos Reis

-Ramiro Verneque de Assis

-Raquel Duarte Garcia

- Rodrigo Mariano Procópio

-Ronaldo Rodrigues

-Thiago Henrique dos Santos

-Thiago Teixeira de Andrade

-Vagner Antunes Guimarães

* Se você fez a doação e ainda não enviou o comprovante (DARF), por favor, envie para Casa de Música para que possamos resgatar o recurso junto ao Fundo da Infância e Adolescência.

V Festival de Violoncelos de Ouro Branco

Publicado
23 de Mar
2018

PROGRAMAÇÃO

25 de março– Domingo

20h30 – Auditório do Hotel Verdes Mares

Concerto de Abertura

Kayami Satomi e Maria Célia Vieira

PROGRAMA:

F. Schubert - Sonata em Lá menor - Arpeggione

Arvo Pärt - Fratres

N. Paganini - Variações sobre um tema de Rossini

Pablo Casals - Canto dos Pássaros

Michiyo Miyagi - Mar da Primavera (Haru no Umi)

Max Bruch - Kol Nidrei

S. Rachmaninov - Vocalise

L. Boccherini - Rondó

26 de março- segunda-feira

20h30 – Auditório do Hotel Verdes Mares

Concertos de Violoncelistas premiados

Sophie  Rees, Emma Osterrieder, Julia Wasmund, Lucas Barros e Risa Adachi

PROGRAMA

E.Grieg  Sonata em Lá menor op. 36

  Allegro agitato 

   Andante molto tranquilo

   Allegro

  P.Tchaikovsky  Pezzo Capriccioso op.62

  L.Beethoven  Sonata em Lá maior Op.69

    Allegro ma non tropo

E.Elgar   Concerto para violoncelo op 85

   Moderato

  H. Dutilleux (1916-2013)  Trois Strophes sur le nom de SACHER

  1. Un poco indeciso

  2. Andante sostenuto

  3. Vivace

   Joseph Haydn (1732-1809)  Cello Concerto No. 2

  Allegro moderato

   David Popper (1843-1913)  Elfentanz op. 39

 

G.Fauré  Après un Rêve 

D.Popper  Polonaise de Concerto p.14

27 de março- terça-feira

20h30 – Auditório do Hotel Verdes Mares

Concerto com os professores do festival

Márcio Carneiro, Olaf Niessing, Isaac Andrade e Risa Adachi

PROGRAMA 

R. Schumann  Fantasiestücke op.73

   Zart  und mit Ausdruck

   Lebhaft, leicht

   Rasch und mit Feuer

J.Brahms  Sonata em Fá maior op.99 nº 2

    Allegro vivace

   Adágio affettuoso

   Allegro passionato

   Allegro molto

R.Strauss  Sonata em Fá maior op. 6

  Allegro con brio

   Andante ma non tropo

   Finalle – alegro vivo

  S.Prokofiev  Sonata em Dó maior op. 119

  Andante grave- moderato animato

   Moderato- Andante dolce

   Allegro, ma non troppo

28 de março- quarta-feira

20:30 -Auditório do Hotel Verdes Mares-OB

Concerto com os professores do festival

 Eduardo Swerts, Matias de Oliveira Pinto, Fábio Presgrave, Kayami Satomi, Márcio Carneiro  e Risa Adachi- participação Giovanni Martins

PROGRAMA 

Frank Bridge  Sonata para violoncelo e piano H125

   Allegro ben moderato

   Adagio ma non troppo - Molto allegro agitato

C. Debussy  Sonata

  Prologue

  Sérénade

  Finale

  Deux Pièces de Concert

  L.Beethoven  Duo para oboé e violoncelo em Dó maior

Nelson Macedo -  Modinha,

  Szymanovsky-  Preludio ,

  Choro Negro

29 de março- quinta-feira

18:00 -Auditório do Hotel Verdes Mares-

Recital de alunos

PROGRAMA a definir 

30 de março - sexta-feira

20:30 – Capela de Santana da Fazenda Pé do Morro

(Rodovia MG 129, Km 174, Ouro Branco)

Concerto do Ensamble do V Festival de Violoncelos de Ouro Branco

PROGRAMA 

 J. Haydn  Divertimento em Ré maior

  Adagio

  Allegro

 H.Villa Lobos  Canto da Nossa Terra 

Jacques Ibert  Petit Suite em 15 images 

Sérgio Roberto de Oliveira  Lagoa

  Morelembaum/Jobim  Suite Florestal

   Passarim

   Chovendo na roseira

   Correnteza

   Chora coração

   Águas de março

31 de março - sábado

16h – MMGERDAU -Museu das Minas e do Metal - BH

(Praça da Liberdade, s/n, Belo Horizonte)

Concerto do Ensamble do V Festival de Violoncelos de Ouro Branco

PROGRAMA 

 J. Haydn  Divertimento em Ré maior

  Adagio

  Allegro

 H.Villa Lobos  Canto da Nossa Terra 

Jacques Ibert  Petit Suite em 15 images 

 Sérgio Roberto de Oliveira  Lagoa

 Morelembaum/Jobim  Suite Florestal

   Passarim

  Chovendo na roseira

  Correnteza

  Chora coração

   Águas de março

Mais informações no site www.casademusica.org

TRANSFORME SEU IMPOSTO EM MÚSICA

Publicado
15 de Mar
2018

Se você ainda não fez sua Declaração de Imposto de Renda ainda dá tempo de doar parte do seu imposto para os projetos do Fundo da Infância e Adolescência.

Aprenda como você pode doar:

Pré requisitos

 - Para poder deduzir a doação é necessário que a Opção de Tributação na Declaração seja “POR DEDUÇÕES LEGAIS” (antiga Declaração Completa).

 - Para saber o valor da doação que poderá ser deduzido na declaração, há necessidade de que a declaração esteja completamente preenchida.

1º) Com a Declaração aberta e totalmente preenchida, na barra lateral, clique em  RESUMO DA DECLARAÇÃO e escolha a opção  DOAÇÕES DIRETAMENTE NA DECLARAÇÃO – ECA – Clique em Novo.

OBS: - Ao abrir a ficha acima, antes mesmo de preenchê-la, já aparecerá o valor máximo disponível para doação que poderá ser deduzido do imposto devido.

2º)  Preencha a ficha com os seguintes dados:

- Tipo de Fundo: MUNICIPAL

- UF : MINAS GERAIS

- Município: selecione OURO BRANCO-14.805.499/0001-19

- Valor: informe o valor da doação (o programa já calcula o limite da doação que pode ser deduzido do imposto devido).

3º) Pague a doação conforme descrito abaixo:

 - A doação será paga por meio de DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) que poderá ser obtido da seguinte forma:

 - Na Declaração, escolha na barra lateral a opção IMPRIMIR, clique na opção Darf - Doações Diretamente na Declaração - ECA (esse Darf é específico para esse tipo de Doação e possui o código 3351). Não confunda com o Darf do imposto a pagar.

 - Imprima o Darf e pague na rede bancária, impreterivelmente, até 30/04/2018.

OBS: Caso tenha efetuado doações de incentivo no ano-calendário de 2017, preencha inicialmente a ficha DOAÇÕES EFETUADAS, pois só assim é possível saber o valor disponível para a doação diretamente na declaração, que deverá ser efetuada até 30/04/2018. Diante do exposto acima ressalta-se, novamente, a necessidade de que a declaração esteja completamente preenchida.

É simples e fácil. O próprio programa da Receita Federal dá essa opção.

Após efetuar o pagamento não se esqueça de especificar em algum lugar do DARF- PROJETO Nº027-ACCMOB e enviar uma cópia para a Casa de Música pelo e-mail: casademusicaob@gmail.com.

TRANSFORME SEU IMPOSTO EM MÚSICA

Lista selecionados para V Festival de Violoncelos de Ouro Branco

Publicado
15 de Mar
2018

Lista dos selecionados para o V Festival de Violoncelos

AILSSON DAVID DOS SANTOS

BRENO AUGUSTO CARDOSO CRUZ

BRENO AUGUSTO CARDOSO CRUZ

CAIO SOARES DE BRITO

CÉSAR DE JESUS MENDES

DÉVERSON SANTOS DE SOUSA

DIEGO CAMPOS ALVES

EMMA CARLOTTA OSTERRIEDER

ENZO BERNARDES CYPRIANI OLIVEIRA

GABRIEL FONSECA REIS TAVARES

GABRIELLE LARISSA NUNES SOARES

GUSTAVO MELO VIEIRA

HANNA BOLLING

ISABELA SOUSA

ISADORA CRISTINA VILELA DE OLIVEIRA

JENNIFER EMANUELY ROCHA DA CUNHA

JOÃO CARLOS PENA ANGELO DE CARVALHO

JOÃO LUCAS CUNHA DA SILVA

JULIA WASMUND

LAURIZA VALKIRIA ANASTÁCIO

LUCAS RYOJI GARCIA MURAMOTO

LUIS EDUARDO PIMENTEL JOAQUIM

LUIS GUILHERME WALDER DE ALMEIDA

MARIA EDUARDA FERREIRA DA SILVA

MARIA EDUARDA SILVA MAYRINKS SANTOS

MARIANA ALVES DE SOUZA

MARINA MONTEIRO GIAROLA

MATHEUS SILVA MACEDO

NICODEMOS GABRIEL DOS SANTOS

NILTON DE JESUS CERQUEIRA DA SILVA

OTÁVIO FERREIRA VASCONCELOS

PEDRO HENRIQUE LONGO PASQUALATTO

PRISCILA VARELA VERNEQUE DE ASSIS ALMEIDA

RAFAEL SILVA ALVES

SAMIRA RODRIGUES DOS SANTOS

SARA BITTENCOURT MARCUCCI DA SILVEIRA

SEBASTIÁN CRISTÓBAL GALLARDO FLORES

SOPHIE-CHARLOTTE REES

TALITHA DEBORA GOMES MARINHO

VANILCE REZENDE DE MORAIS PEIXOTO

VICTOR ROMERO PINHO

VINICIUS ROTGER DE OLIVEIRA

Os selecionados deverão efetuar o pagamento da taxa de inscrição de R$100,00 (cem reais) na seguinte conta: Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco, Banco Santander 033, Agência 3824, Conta corrente 13000115-6.

Após o depósito, o aluno deverá enviar o comprovante de depósito digitalizado

para endereço eletrônico: casademusicaob@gmail.com. É importantíssimo que, no comprovante, o aluno escreva seu nome para que seja possível identificar a quem se refere cada depósito;

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 21 de março, garantindo ao indivíduo sua vaga e presença como participante no Festival de Violoncelos de Ouro Branco;

Os alunos selecionados que não pagarem a taxa de inscrição até o dia 21 de

março serão eliminados automaticamente e sua vaga será cedida ao suplente na ordem de classificação. Nesses casos, os suplentes serão convocados pela

equipe organizadora e terão o prazo de dois dias úteis para efetivar a sua inscrição.

A matrícula para o Festival de Violoncelos de Ouro Branco não contempla traslado e transporte direto para os alunos. O custeio do transporte até Ouro Branco e o retorno é de responsabilidade do aluno.

Os menores de 18 anos devem apresentar assinatura/autorização dos pais ou responsáveis. A autorização deve ser digitalizada com a assinatura e encaminhada pelo e-mail casademusicaob@gmail.com. O aluno deve identificar no corpo do e-mail o seu nome completo.

Página 1 de 16